iOS 12 consegue proteger o iPhone contra o GrayKey, a máquina de adivinhar a sua senha - Anonymous Hacker

[Latest News][6]

Adobe
Análise de Vulnerabilidade
ANDROID
ANONYMOUS
Anti Vírus
ANTI-DDOS
ANTI-SPYWARES E ADWARES
Antivírus
APK PRO
APOSTILAS
apps
Ativador
CIÊNCIA
Compartilhadores
Computador pc
CURSO PHP
CURSO TCP / IP
CURSOS
Cursos Diversos
CYBORG
CYBORG FALÇÃO
DDOS
DEEPWEB
Desenvolvimento Web
DICAS
Diversos
DOCUMENTARIO
DoS
Editor de Áudio
Editor de Imagem
Editor de Texto
Editor de Vídeo
Engenharia
EXPLOIT
FACEBOOK
Ferramentas de rede
FORENSE DIGITAL
Fundamentos financeiros
Gravadores
Internet
INVASÕES
IPHONE
JOGOS
KALI LINUX
Limpeza e Utilitários
Lixão
MAC OS
macOS
Malware
Manutenção de Pcs
MySQL
NOTÍCIAS
PAGINA FAKE
PHP SCRIPT
Produtividade
Programa De Invasao
PROGRAMAÇÃO
PROGRAMAS
PROXY
SCRIPTS
SEGURANÇA
Seo
SHELL
SISTEMA OPERACIONAL
TÉCNICA DE INVASÃO
Termux
tools
Utilitários
VIDEOS
VPN
WHATSAPP
WINDOWS
Wireless Attacks
z=

iOS 12 consegue proteger o iPhone contra o GrayKey, a máquina de adivinhar a sua senha

iPhone contra o GrayKey


Em abril, nós comentamos aqui sobre um equipamento usado pelas autoridades para desbloquear iPhones protegidos por senha. O GrayKey era capaz de descobrir uma senha de 4 dígitos em apenas 6 minutos, e mais dígitos com um pouco mais de tempo. 
Pois segundo um artigo da revista Forbes, o iOS 12 conseguiu anular este método de hacking, tornando o equipamento de 30 mil dólares em um caríssimo peso de papel. 
A empresa GrayShift conseguiu faturar milhões vendendo sua solução para governos e autoridades interessadas em desbloquear iPhones investigados em processos criminais. Apesar da teórica boa intenção da ferramenta, o temor era que ela fosse vendida também para governos autoritários ou clonada e disponibilizada no mercado negro, para servir de instrumento de bandidos que roubam iPhones. De fato, parte do código da máquina pode já ter vazado.
Mas este temor deixou de existir com o iOS 12, que ganhou uma camada extra de segurança e agora impede que equipamentos externos utilizem o método de força bruta (milhares de tentativas até acertar) para descobrir a senha do aparelho. 
O recurso de bloquear acessórios depois de 1h sem introduzir a senha provavelmente não foi a única proteção no sistema. Segundo Vladimir Katalov, um especialista de segurança, a Apple pode ter incluído proteções a nível de kernel, que muda a maneira de interagir com acessórios. 
Como dissemos no início do ano, era só uma questão de tempo até a Apple descobrir como funcionava o equipamento, para reforçar o sistema. E o que nos dá essa segurança é o forte compromisso que a empresa assumiu com a privacidade de seus usuários.
Seja como for, as dicas continuam: configure uma senha forte para o seu aparelho e siga algumas dicas para diminuir suas dores de cabeça caso ele seja roubado.

Sobre Luiz Paulo

quando uma impressora desconhecida pegou uma galera do tipo e a mexeu para fazer um livro de espécimes do tipo. Ele sobreviveu não apenas cinco séculos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search