CURSOS

[CURSOS][bsummary]

FACEBOOK

[FACEBOOK][twocolumns]

NOTÍCIAS

[NOTÍCIAS][bleft]

KALI LINUX

[KALI LINUX][grids]

Manjaro Linux deixa o suporte de 32 bits, o Manjaro 17.0.3 é a última versão de 32 bits


Manjaro Linux é uma das distribuições Linux mais rápidas. É conhecido por sua facilidade de uso e poder da base do arco. Desde a sua criação, foi amado
pelos entusiastas do Linux que desejavam ver algo fresco em suas máquinas. No início deste ano em março, Manjaro 17.0 Gellivera foi lançado.
No passado, o líder do projeto Manjaro, Philip Muller, lançou o Manjaro Linux 17.0.3 , que é o lançamento final da Gellivera, após dois meses de desenvolvimento. Esta versão traz melhorias de detecção de hardware, instalador e a adição dos pacotes mais recentes. No geral, este lançamento poliu Manjaro como um todo.

Manjaro está descartando suporte de 32 bits

Este lançamento também vem com uma má notícia para algumas pessoas. Como resultado da diminuição da popularidade do hardware i686 entre os usuários e desenvolvedores, o projeto decidiu soltar o suporte para máquinas de 32 bits .
Como resultado, o Manjaro 17.0.3 é o último ISO que você pode instalar em máquinas de 32 bits. Durante os meses de setembro e outubro, que será o período de amortização, as instalações Manjaro de 32 bits ainda receberão atualizações. Depois disso, a arquitetura não será suportada.
Vale a pena notar que a matriz mãe do Manjaro, o Arch Linux, descartou o suporte paramáquinas de 32 bits . Como Manjaro depende muito dos pacotes do Arch, essa mudança faz sentido.

O que mais é novo no Manjaro 17.0.3?

O Manjaro 17.0.3 é fornecido com a série padrão Linux 4.9, Xorg-Stack da série v1.19, Plasma 5, gerentes atualizados de pacotes gráficos, melhorias em Manjaro Tools & Profiles e muito mais.
Você pode visitar o lançamento no Manjaro Forum  e baixar Manjaro 17.0.3 Xfce, KDE e GNOME Edition aqui .
Você está usando uma máquina de 32 bits? Você achou este anúncio desanimador? Não se esqueça de compartilhar suas opiniões e sugestões.
Tags:
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário :